Viagem para Lima – Parte 1

15/May/12 em Viagens

Nossa, esse assunto ja tava criando teias de aranha aqui no rascunho! hahahaha

Como algumas ja sabem, eu viajei a trabalho para Lima, no Peru nos dias 20 e 21/04. Como vcs podem perceber, foi muito rapido, mas tenho alguns posts da cidade.

Antes que alguém torça o nariz e pense: “Credo, o que tem em Lima?! Pq ela quer dar dicas de la?!”. Já aviso: a cidade me surpreendeu muito positivamente e já ate penso em ir um feriado para la e conhecer com calma.

Lima tem uma cultura e uma culinária riquíssimas! Quem me conhece, sabe que eu não sou uma pessoa muito fácil para comer. Algumas amigas até brincam no restaurante para o garçom trazer o cardápio kids para eu escolher meu prato. hahahaha

Tenho varias dicas para passar: hotel maravilhoso, 2 restaurantes must go, comprinhas em lojas de departamento e muito mais.

Começando pela programação da viagem: eu fui a trabalho, então so tive o trabalho de escolher o vôo que eu queria ir e voltar para que a agencia pudesse reservar. O hotel e os transfers ja estavam inclusos no pacote. Então não tive muito trabalho! Na correria, ter alguem que faça para vc é maravilhoso. Mas quando vou viajar de férias, gosto de planejar TUDO, todos os detalhes! Acho que a viagem ja começa ali.

Companhia aérea: Fui de LAN operado pela TAM e voltei de LAN operado por ela mesma. Ja conhecia as duas companhias aéreas, então não tive surpresas. Os vôos escolhidos eram vôos diretos (tanto na ida quanto na volta). A viagem (SP-Lima e Lima-SP) tem duração de 4h45min a 5h, cada trecho.

É bastante tempo, mas como meu vôo foi as 8h20min da manhã,  eu precisei chegar as 5h20min no aeroporto (geralmente, eles pedem só 2h de antecedencia, porém, como a Policia Federal estava fazendo a “tal “da operação padrão, eles pediram que nós chegássemos 3h antes, pois poderia ter muita fila para o raio-x e imigração – mas não peguei fila nenhuma…), eu estava caindo de sono, então capotei logo na decolagem. Na volta, eu tb dormi, mas demorei um pouco mais pra pegar no sono.

Na ida, acordei na hora certa. Um pouco antes de começarmos a passar pela Cordilheira dos Andes! Mesmo entre nuvens (vejam pelas fotos), nós conseguimos ve-la! É linda! Fiquei encantada.

Olha só a Cordilheira embaixo das nuvens.

Aqui da para ver a extensão da Cordilheira!

Depois da Cordilheira dos Andes, vem o Lago do Titicaca, que tb é maravilhoso. Só pela vista, ja tinha achado que a viagem tinha valido a pena… hahahaha

Lago do Titicaca

Chegamos lá ~ 11h30min (horario de Lima). Lima está 2h atrás do horario de Brasilia. Então aqui ja eram ~ 13h30. Fazer a imigração lá é super simples. Foi tudo muito rapido.

A alfandega é obrigatoria, mas se vc diz que não tem nada a declarar, vc passa por um sistema randômico para saber se sua bagagem vai ou nao passar pelo raio -x. Como funciona?! É assim: vc entrega o papelzinho que vc preencheu no avião para a pessoa da Policia Federal de la e depois vc aperta um botão. Se acender a luz verde, vc pode ir em frente, se acender a luz vermelha, sua bagagem precisa ir para o raio-x. Mas não se assustem se isso acontecer com vcs, aconteceu com a minha amiga e é tudo muito simples. Vc passa a mala no raio-x e pronto. Ja te liberam. Isso claro, se vc não estiver carregando nada que for proibido, como: produtos in natura como flores, vegetais, frutas, etc ou mais de uma certa quantidade em $$, mas eu nao lembro ao certo o valor, entre outras regrinhas… Bem parecido com o Brasil, EUA, não é nada demais. É bem simples.

Depois que saimos, no saguão do aeroporto, ja estava o responsável pelo nosso transfer até o hotel, com a plaquinha com o nome da empresa que trabalho… hahahaha… Mas posso falar, adoro quando tem alguem para me buscar, não gosto muito de ficar na fila do taxi e ainda correr o risco de pegar um cara maluco ou muito “conversante” hahahahaha.

Dica preciosa para quem vai usar taxi (tanto no aeroporto como para passear na cidade): la não tem taximetro, então vc precisa combinar o valor antes de entrar no taxi, pq depois que ele chegar no local, ele vai te cobrar o preço que quiser e vc não terá outra opção, a não ser pagar.

Outra dica: o transito na cidade é terrivel! Juro!! eles dirigem como uns loucos, não obedecem os sinais de transito! Todos os carros na cidade são batidos! BTW, todas as pessoas que foram para a mesma reunião que a minha, fizeram o mesmo comentário. Ninguem se conformava em ver todos os carros batidos e eles dirigindo como loucos… As duas vezes que precisei atravessar a rua (a pé, claro), pensei que fosse morrer atropelada… É impressionante como eles nao respeitam nada e nem ninguem!

A temperatura estava bastante agradável quando eu fui. Pesquisei um pouco antes de ir e vi que lá quase nunca chove! Apesar de ser uma cidade a beira-mar (1a vez que vi o oceano Pacifico! hahaha), o clima é muito seco! Nos dias que eu fui estava calor de dia e fresquinho a noite. Ideal!

Ah, para entrar no país, não é obrigatorio ter tomado a vacina da febre amarela, mas é altamente recomendável. Eu ja tinha tomado a vacina, mas não certifiquei minha carteirinha, ja que não era obrigatorio. Isso para Lima, ok?! Acho que para Machu Picchu é obrigatorio…

Logo mais, venho com mais dicas do Peru! :)

Beijos

PS: Não esqueçam do sorteio que esta rolando no blog, hein?!

Comentários ()

Comentar

* Campo requerido

0 Comentários